Avaliação dos exames bioquímicos em aves não domésticas de Joinville, Santa Catarina, com análise de suas alterações, no período de março de 2015 até março de 2019

Authors

  • João Paulo Câmara Florêncio
  • Heloisa Padoan
  • Larissa Kathlyn Paganini
  • Helena Cristina Delgado Brito
  • Nathan da Rocha Neves Cruz
  • Pricilla Pozzatti

DOI:

https://doi.org/10.55905/rdelosv17.n56-006

Keywords:

analitos, colesterol, estresse, psitacídeos

Abstract

Aves vêm se tornando, a cada dia, animais mais requisitados como companhia aos seres humanos. A busca por atendimento clínico especializado e exames complementares a essas espécies tornou-se mais usual, entretanto, análises laboratoriais nesses animais ainda são rudimentares e pouco exploradas quando comparadas com cães e gatos. Dessa forma, no presente trabalho, objetivou-se mensurar as alterações mais frequentes de exames bioquímicos em aves não domésticas, relacionando com suas possíveis causas, além de demonstrar um panorama das espécies avaliadas. Assim, foram selecionados 110 exames bioquímicos realizados em Joinville – SC entre março de 2015 e março de 2019. Os exames foram separados por espécie e após, em uma segunda divisão, foram subdivididos por analito, com avaliação de valores acima e abaixo dos intervalos de referência. As ordens Psittaciforme e Passeriforme foram as mais prevalentes, tendo como maiores representantes, respectivamente, o papagaio-verdadeiro (Amazona aestiva) e o trinca-ferro (Saltator similis). Ácido úrico foi o analito mais presente, enquanto aspartato aminotransferase o menos. Colesterol foi o analito que demonstrou maior frequência de valores abaixo do intervalo de referência. Em contrapartida, creatina quinase e lactato desidrogenase tiveram mais resultados acima da referência quando comparados com os outros analitos. Colesterol também foi o analito que mais apresentou valores alterados de forma geral. Denota-se a necessidade de maior realização de exames laboratoriais em aves, bem como uma investigação com maior abrangência de analitos.

References

AGNES, I.; PRUSCH, F.; ANICET, M.Z; MARSICANO, G.; LUNGE, V.R. Aves silvestres recebidas para atendimento emergencial em Porto Alegre. Revista de Iniciação Científica da ULBRA, v. 1, n. 19, 2021.

BISWAS, A.; MOHAN, N.; RAZA, M.; MIR, N.A.; MANDAL, A. Production performance, immune response and blood biochemical parameters in broiler chickens fed diet incorporated with prebiotics. Journal of Animal Physiology and Animal Nutrition. v. 103, n. 2, p. 493-500, 2019.

CASTRO, P. F.; FANTONI, D. T.; MATERA, J. M. Estudos retrospectivo de afecções cirúrgicas em aves. Pesquisa Veterinária Brasileira. v. 33, n. 5, p. 662-668, 2013.

CAPITELLI, R.; CROSTA, L. Overview of psittacine blood analysis and comparative retrospective study of clinical diagnosis, hematology and blood chemistry in selected psittacine species. Veterinary Clinics of North America: Exotic Animal Practice. v. 16, p. 71-120, 2013.

CHOUDHURY, S.; KUMAR, G.S.; JITENDER, K.; MISHRA, S.K. Evaluation of diclofenac toxicity with particular reference to haemato-biochemical and histopathlogical alterations in poultry. Indian Journal of Poultry Science. v. 46, n. 1, p. 94-98, 2011.

CIRULE, D.; KRAMA, T.; VRUBLEVSKA, J.; RANTALA, M.J.; KRAMS, I. A rapid effect of handling on counts of white blood cells in a wintering passerine bird: a more practical measure of stress? Journal of Ornithology. v. 156, p. 161-166, 2012.

COSTA F.J.V.; RIBEIRO, R.E.; SOUZA, C.A.; NAVARRO, R.D. Espécies de aves traficadas no Brasil: uma meta análise com ênfase nas espécies ameaçadas. Journal of Social, Technological and Environmental Science. v. 7, n. 2, p. 324-346, 2018.

CUBAS, Z. S.; SILVA, J. C. R.; CATÃO-DIAS, J. L. Tratado de Animais Selvagens. São Paulo: Roca, 2006.

DONELEY, B. Avian Medicine and Surgery in Practice: Companion and Aviary Birds. 2ª ed. Boca Raton: CRC Press, 2016.

GOMES, D.M.; SILVA, M.N.; SILVA, R.M.M; BASTOS, B.L.; DOREA, R.D.; AYRES, M.C.C. Hemograma e Bioquímica Clínica Sanguínea de Araras (Ara sp.) Mantidas em Sítios Ecológicos no Estado da Bahia. Ciência Animal Brasileira. v. 12, n. 4, p. 699-711, 2011.

GRUNKEMEYER, V.L. Advanced diagnostic approaches and current management of avian hepatic disorders. Veterinary Clinics of North America: Exotic Animal Practice. v. 13, n. 3, p. 413–427, 2010.

GUL, S.T.; AHAMD, I.; SALEEMI, M.K.; AHMAD, M.; AHMAD, L.; KHAN, A. Toxico-pathological Effects of Thiamethoxam on Hemato-biochemical and Productive Performance of Commercial Laying Hens. Pakistan Veterinary Journal. v. 40, n. 4, p. 449-454, 2020.

HARR, K. E. Clinical chemistry of companion avian species: a review. Veterinary Clinical Pathology. v. 31, n. 3, p. 140–151, 2002.

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA – IBGE. Pesquisa Nacional de Saúde (2013). Rio de Janeiro, 2015.

INSTITUTO BRASILEIRO DO MEIO AMBIENTE E DOS RECURSOS NATURAIS RENOVÁVEIS – IBAMA. Relatório técnico CETAS 2002-2014. Brasília, 2016.

KLEIN, R.; NAGY, O.; TÓTHOVÁ, C.; CHOVANOVÁ, F.. Clinical and diagnostic significance of lactate dehydrogenase and its isoenzymes in animals. Veterinary medicine international. v. 2020, 2020.

NAHUM, M.J.C.; FACCIONI, A.L.O; SILVA, B.C.P; BUENO, E.R.; PITA, M.C.G. Perigos do consumo monótono de sementes pelas aves: Revisão. Pubvet. v. 9, n. 4, p. 189-194, 2015.

NWAIGWE, C.U.; IHEDIOHA, J.I.; SHOYINKA, S.V.; NWAIGWE, C.O. Evaluation of the hematological and clinical biochemical markers of stress in broiler chickens. Veterinary World. v. 13, n. 10, 2020.

OWEN, J.C. Collecting, processing, and storing avian blood: a review. Journal of Field Ornithology. v. 82, n. 4, p. 339-354, 2011.

PARK, B.S.; UM, K.H.; PARK, S.O.; ZAMMIT, V.A. Effect of stocking density on behavioral traits, blood biochemical parameters and immune responses in meat ducks exposed to heat stress. Archives Animal Breeding. v. 61, n. 4, p. 425-432, 2018.

SAMOUR, J. Avian Medicine. 3 ed. St. Louis: Elsevier Ltd, 2016.

SANTOS, G. G.; MATUELLA, G.A.; CORAIOLA, A.M.; SILVA, L.C.S.; LANGE, R.R.; SANTIN, E. Doenças de aves selvagens diagnosticadas na Universidade Federal do Paraná (2003-2007). Pesquisa Veterinária Brasileira. v. 28, n. 11, p.565-570, 2008.

SCHMIDT, E.M.S.; LOCTELLI-DITTRICH, R.; SANTIN, E.; PAULILLO, A.C. Patologia clínica em aves de produção – uma ferramenta para monitorar a sanidade avícola – revisão. Archives of Veterinary Science. v. 12, n. 3, p. 9-20, 2007.

SINGH, N.; GHOSH, R. C.; SINGH, A. Prevalence and Haemato–biochemical Studies on Naturally Occurring Gout in Chhattisgarh. Advances in Animal and Veterinary Sciences. v. 1, n. 3, p. 9-11, 2013.

THRALL, M. A.; WEISER, G.; ALLISON, R.W.; CAMPBELL, T.W. Hematologia e Bioquímica Clínica Veterinária. 2ª ed. São Paulo: Roca, 2014.

VALLE, S.F.; ALLGAYER, M.C.; PEREIRA, R.S.; BARCELLOS, L.J.G.; HLAVAC, N.R.C.; FRANÇA, R.T.; LOCATELLI, M.L. Parâmetros de bioquímica sérica de machos, fêmeas e filhotes de Araras Canindé (Ara ararauna) saudáveis mantidas em cativeiro comercial. Ciência Rural. v. 38, n. 3, p. 711-716, 2008.

WAHAB, A.A.E.; CHUPPAVA, B.; DIMITRI, R.; VISSCHER, C. Hepatic lipidosis in fattening turkeys: A review. German Journal of Veterinary Research. v. 1, n. 3, p. 48-66, 2021.

Published

2024-06-12

How to Cite

Florêncio, J. P. C., Padoan, H., Paganini, L. K., Brito, H. C. D., Cruz, N. da R. N., & Pozzatti, P. (2024). Avaliação dos exames bioquímicos em aves não domésticas de Joinville, Santa Catarina, com análise de suas alterações, no período de março de 2015 até março de 2019. DELOS: Desarrollo Local Sostenible, 17(56), e1503. https://doi.org/10.55905/rdelosv17.n56-006

Issue

Section

Articles